Porsche 550 SPYDER - Uma outra história de sucesso

Mais Um Desafio Vencido

É sempre com alegria que aqui damos conta da recuperação de mais um Porsche 356 "português", ou seja, um daqueles que passou toda a sua "vida" em Portugal e que após um período mais ou menos longo de abandono volta agora a surgir em todo o seu esplendor. O carro em questão foi encontrado no estado lastimável que as imagens documentam mas acaba de aparecer em grande forma no circuito de Cascais pelas mãos do seu actual proprietário, José Guimarães. Falta apenas acertar alguns detalhes de ordem burocrática para que o AI - 78 - 34 fique pronto para enfrentar (pelo menos) mais meio século de viagens.




Está Quase

Aproxima-se do final a operação de pintura que pretende devolver o BG-19-18 à sua cor original, aquela que ostentava durante o Rallye de Monte Carlo de 1953, altura em que era tripulado por  João Capucho e Calçada Bastos. Este Porsche 356 Pre-A, um dos poucos existentes em Portugal, já "anda por aí" há algum tempo, perfeitamente  recuperado, mas só agora vai voltar à imagem que tinha nessa época distante.
O actual proprietário, Helder Valente, conta os dias que faltam para poder apresentar o carro aos entusiastas portugueses na versão "Monte Carlo 53".


Portugal em Mil Milhas 2014

Mais uma excelente organização de Pedro Villas Boas e Miguel Corte Real na qual, por muito boas razões de ordem familiar, o autor do blogue não pode desta vez participar. À equipa Paulo Tomé / Fernando Sequeira coube a difícil tarefa de enfrentar a "armada inglesa" onde os Jaguar estavam em clara maioria. Consta que no Autódromo de Portimão o Porsche 356 prateado deu poucas hipóteses à concorrência. Paulo Jervel e Josef Pulzl completaram o "Team Porsche 356", cujo brilhante desempenho aqui se saúda.


Cascais Classic Motorshow 2014

Apenas dois Porsche 356 participaram na prova de regularidade disputada no Circuito de Cascais no passado fim de semana, integrada na edição deste ano do Cascais Classic Motorshow. São eles os Porsche 356 C das equipas José Guimarães / Filipe Villard Cortez e Mário Vital de Melo / Carlos Dionísio, respectivamente oitavo e quarto classificado na Categoria B.


Tomar, 1964

Rallye a Tomar 1964. Ernesto Neves acaba de tirar a "carta" e já pode andar livremente na estrada. A participação em provas desportivas era o objectivo seguinte e o Rallye a Tomar foi uma das provas escolhidas para testar capacidades do carro e do piloto. Acompanhado de Óscar Monte Pegado "Nené" conduziu com sucesso o já cansado Porsche 356 Super até às complementares disputadas no centro da cidade, mas aí as coisas já não correram tão bem. O excesso de entusiasmo fez com que uma das rodas batesse fortemente no passeio e pronto, lá se acabou o rali. 
Américo Nunes, ao volante de um inatingível Porsche 356 SC, seria o vencedor. Mas as coisas iriam mudar muito em breve.


O Regresso do "ET"

Ei-lo de volta ao seu lugar na exposição permanente do Museu do Caramulo depois de ter passado por alguns trabalhos de regeneração e melhoramento. Este Porsche 356 B 90 Coupé chassis 122496, matrícula ET-38-20, foi produzido em 1962, tendo sido equipado com o motor 806268.
No Museu do Caramulo está agora patente a exposição temporária "Lendas da Competição" que irá prolongar-se até 18 de Outubro e que será mais um motivo de interese a juntar a tantos outros durante o próximo Motorfestival que terá lugar de 5 a 7 de Setembro.
A fotografia é do Gonçalo Macedo e Cunha.


Rallye das Rias Bajas 1964 / 2014

Comemora-se este ano o 50º aniversário da vitória de Jorge Soromenho no Rallye das Rias Bajas de 1964 ao volante de um Porsche 356 SC. A data será assinalada com um encontro de carros deste modelo que terá lugar durante o fim de semana de 10 a 12 de Outubro próximos na região de La Toja, Galiza, no qual irão participar o vencedor de 1964 (e provavelmente também o de 1963, António Peixinho) e Noé Diniz, o actual proprietário do Porsche 356 vitorioso, além de outros convidados.
Mais informações em breve.


Kardex

Jim Stephenson é um simpático americano que desde há alguns anos vem restaurando um Porsche 356 "português" e que já por mais que uma vez surgiu neste blogue à procura de ajuda para o seu projecto. Desta vez envia-nos o Kardex do seu Sunroof Coupé com os elementos de identificação e a respectiva data da importação através da Soc Com Guérin. O primeiro dono terá sido um tal Carlos Vilhena mas pouco mais se sabe sobre a passagem deste Porsche 356 por Portugal. Qualquer informação adicional que os leitores possam prestar será muito bem vinda.
O carro recebeu a matrícula CI-82-04 quando foi registado em 1959. Vinha equipado com pneus Dunlop, "tecto de abrir" e um rádio Blaupunkt "Stuttgart" com dois altifalantes e antena.






Vida Nova

Sessenta e um anos depois de ter disputado o Rallye de Monte Carlo e a Volta a Portugal de 1953, aqui está o BG-19-18 documentado no "post" anterior a ser preparado para uma nova fase da sua já longa e bem sucedida existência. Recentemente adquirido por Helder Valente a um ex-jogador do F. C. de Porto o carro estava pintado de (pasme-se) … vermelho. Vai agora passar por uma pequena operação cosmética que o vai devolver à cor original, aquela que ostentava na já distante época de 1953. Não é seguro que o projector que se vê  junto da janela do condutor na versão "Volta a Portugal" venha a ser mantido, uma vez que não existia na versão "Monte Carlo", aquela que será usada como referência.


Volta a Portugal 1953

Organizada pelo clube 100 à Hora disputou-se em 1953 a V Volta a Portugal, na qual participou a equipa João Capucho / José Moreno no Porsche 356 pre-A matrícula BG-19-18. Este mesmo carro já tinha participado na edição desse ano no Rallye de Monte Carlo com o mesmo piloto mas tendo Calçada Bastos no lugar do copiloto.
No Volkswagen nº 20 estavam Salvador Vila Maior / J. Seixas
Foto de José Leite


Ponto Final

Para acabar de vez com o assunto "Meeting 356" aqui fica a última (e talvez mais importante) notícia. Trata-se da reportagem publicada no órgão oficial do 356 Registry (USA), o maior clube Porsche Classic do mundo., onde o responsável pelo texto assegura que este terá sido um dos melhores eventos do género alguma vez realizado. O Porsche Clube 356 Portugal e a equipa do Luis Brito, responsáveis pela organização, têm boas razões para estar orgulhosos.





Mais Uma

Continuam a chegar revistas de vários países com reportagens sobre o International Porsche 356 Meeting do Estoril. Desta vez é a espanhola 9ONCE PLUS que o nosso amigo e seguidor deste blogue  Ramón de Mateos teve a gentileza de enviar. O texto é de Joel Carapuig e as fotos de Gonçalo Macedo e Cunha.
Mas ainda há mais. Aguardem, sff.


Flat 6 Magazine

A edição de Julho da revista francesa Flat 6 Magazine - uma referência do universo Porsche - dedica nada menos de oito elogiosas páginas ao 39º International Porsche 356 Meeting que se realizou recentemente no Estoril. Os autores do trabalho começam por dizer que esperavam algumas falhas (o que os franceses pensam de nós…) mas acabam por admitir que foi atingida a perfeição e que este encontro ficará para a história dos eventos Porsche. Depois das revistas e sites nacionais, da espanhola 9ONCE PLUS e da inglesa Classic & Sport Cars, vem agora a francesa Flat 6 Magazine reconhecer  a excelência do trabalho desenvolvido pelo Porsche Clube 356 Portugal e pela equipa de Luis de Brito. "Veni, vido, vici". Chegaram, viram e venceram, dizem eles.
Em breve será publicado o boletim Porsche Club News com a versão oficial de Stuttgart sobre o mesmo assunto. Acreditamos que as notícias também serão boas.
A Flat 6 Magazine está à venda em Portugal e custa 6,95 €.







Na Serra de Montejunto

Ernesto Neves tinha acabado de vencer a Volta a Portugal de 1965 fazendo equipa com Basílio dos Santos quando dias depois decidiu participar no X Rallye de Encerramento do Sporting com o Porsche 356 SC vitorioso. Andou bem, a ponto de o jornal "Motor" o apontar como "alguém a seguir" em 1966, mas a vitória absoluta no rallye iria para Miguel Rau, que tripulava um Morris Cooper S. "Nené" Neves, que vemos na imagem a subir a Rampa de Montejunto, seria o vencedor do agrupamento de Grande Turismo, ficando Américo Nunes no segundo lugar.
Note-se o "mega" emblema da Porsche colocado sobre o "capot" dianteiro.


A classificação desta prova explica bem o que aconteceu nos rallyes a meio dos anos 60 !
Os Porsche 356, as Alfas Giullieta e outros carros de Grande Turismo ficaram de repente ultrapassados pelos Cooper S ...
A beleza e o glamour dessas máquinas mantinham -se, mas osCooper andavam mais. Por cá não tivemos Austin -Healeys de 3 litros bem metralhados e assim ficaram Coopers, Escorts, etc, a dominar.
O Achilles ainda fez uns brilharetes com o Lotus Elite mas foi sol de pouca dura. É interessante recordar a sequência de carros que tiveram os meus amigos Lampreia, Gião, César Torres, Peixinho, Burnay Basto...
Felizmente a Porsche lançou o 911 !
Isto é um desabafo elitista, não acham?
Abraços Carlos Duarte Ferreira

UFFF!!!!

Um abraço muito especial para a Júlia e Helder Valente. Tudo vai voltar a ser como dantes.